Como Colocar Limites sem Culpa

Olá querid@ Rainha/Rei

Limites. Culpa.

São duas palavras que nos acompanham, às mulheres diariamente… Então se és mãe e empreendedora ao mesmo tempo, atenção: 

Limites são urgentes, mas com eles vem uma culpa avassaladora!

A não ser que… Agarres o leme da tua vida! Tomes decisões conscientes.

Decisões de pessoa madura. Decisões de quem conquistou a liberdade de Ser… Ela própria.

É preciso atravessar o mar dos padrões automatizados, padrões sociais e culturais que te aprisionam a uma vida de aparentes concessões, cuja dependência é a desculpa da salvação… Vendem um sistema de prisão em troca de uma ilusória segurança. “Faz o que os outros dizem, o que a sociedade decide que é correto…” ou “não terás segurança”…

Não, para ser feliz e viver em abundância, precisas atravessar todas as ilusões impostas pelo sistema e criar a tua própria liberdade desde dentro.

Atualmente, mais que nunca, é urgente aprender a colocar limites, desde o amor, sem culpa.

Deus, a Vida, quer-nos em liberdade. Manifestando toda a magnificência do nosso Ser essencial.

No entanto, estamos todos programados com tanto para além do nosso Ser essência. As nossas feridas, os nossos programas de defesa e ataque, os nossos egos que fazem tudo para proteger a nossa personalidade condicionada. Não é assim tão simples, atingir a liberdade, colocar os nossos limites, viver sem culpa…

Quando começas o teu processo de independência, é natural criar ondas ao teu redor. De repente, os teus pais não compreendem as tuas atitudes, os teus amigos podem julgar-te e os teus pares tornarem-se nos teus maiores críticos e desmotivadores.

Eu passei por esse processo em 2016, esse ano que foi de gigantes conquistas, o ano de inauguração da Escola da Abundância, foi também o ano mais desafiante em termos de afirmação pessoal e relações interpessoais. Foi um ano de imensa sombra, precisei atravessar todos aqueles que projetavam a minha própria sombra, não acreditar em tantas palavras desanimadores e seguir em frente. Recordo-me pensar:

“Posso ter toda a gente contra mim, mas pelo menos, eu estou comigo, eu estou a meu favor.”

E assim foi, conquistei a minha verdadeira independência e liberdade emocional. Tornei-me madura. Cortei o cordão umbilical com todas as relações de dependência. Deixei de tolerar falsos amigos e coloquei limites claros nas minhas relações. Não foi fácil. Atravessei muitos processos de perda, mas era isso ou eu perder-me de mim própria para sempre. E isso era demasiado doloroso para permitir-me. Não podia fazer isso comigo.

Para além disso, a consciência ganha ao trabalhar em cuidados paliativos, lembrava-me, a cada dia, que no final de vida, não temos ninguém a quem atribuir responsabilidades dos nossos fracassos e faltas de coragem, a não ser a nós próprios.

Deitei-me muitas vezes a chorar, a dor era imensa. Mas foi todo esse ano de profunda intimidade comigo e profunda coragem na transformação que me permitiu em 2017 conquistar um dos maiores sonhos não realizados até então: manifestar o amor da minha vida!

Não tenho dúvidas que foi o amar-me tanto em 2016 e atravessar todas as dependências, eliminá-las e criar a minha própria vida de abundância e liberdade que me fez alcançar mais tarde o sonho do relacionamento amoroso da nova era. E não só, aprendi também a criar relações harmoniosas e equilibradas, sem dependências, tanto na minha vida pessoal – novas amigas e amigos a entrar já noutro nível de consciência e na minha vida profissional. Manter-nos sempre independentes enquanto líderes é um dos segredos do sucesso de um negócio.

Em Amor Profundo com todas as pessoas que se cruzam comigo, mas mantendo uma independência que é a minha salvação (a salvação da relação com o amor da minha vida e a salvação da empresa) nos momentos mais desafiantes.

Por isso, quando li a questão da Alexandra, decidi criar um episódio da Andreia TV e dar umas dicas de como podemos criar essa independência nas nossas relações, essa independência que nos levará a conquistar todos os nossos sonhos e viver a vida que sempre sonhamos, em equilíbrio e prazer, colocando os nossos limites, sem culpa.

Clica em seguida para aceder e ganhares mais força no teu direito a uma vida em Liberdade:

Como Colocar Limites sem Culpa

Esta travessia é desafiante. Carl Jung chama-lhe o “processo de individuação”, a esse resgate da essência do nosso Ser e a libertação do ego, das dependências e dos padrões aprendidos. No Oriente, ao mesmo processo é dado o nome de “iluminação”. O resgate da nossa essência divina e espiritual, a transcendência do humano e profano e a união ao divino.

É possível e o mais interessante de tudo, é que é nesse processo de libertação do eu verdadeiro que ganhamos o que é necessário para alcançar todos os nossos sonhos.

Espírito e Matéria de mãos dadas. Inseparáveis. Rumo à Abundância Total.

Não tenhas medo, cria esse compromisso inabalável contigo e com os teus sonhos, nada terá mais valor na tua vida que essa entrega total de ti para contigo. Mesmo que pareça difícil, sabe que não estás só. A vida apoia-te nesse caminho de liberdade e independência.

A vida apoia-te a seres feliz e alcançares a abundância plena.

E nós, Escola da Abundância, também. Estamos junt@s.

Abraço imenso,

Andreia

Recursos disponíveis: 

BLOGComo manter a Alta Performance no Feminino

PROGRAMA “Abundância Total” – 12 meses de total imersão para criar uma vida de SONHO em Total Abundância. Para saber como podes fazer parte deste programa intensivo, agenda aqui a tua sessão gratuita. 

Deixe um comentário

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.